terça-feira, 27 de julho de 2010

Analise da obra Nascimento de Venus

Eis meu trabalho de Semiótica:



Seta AMARELA A deusa do amor é retratada nua, absoluta, sensual, totalmente profana, como o seu mito eterno.
Vênus nasceu da espuma do mar. Quando Saturno (Cronos) cortou os testículos do pai, Céu (Urano), destronando-o, atirou-os ao mar. Dos testículos amputados de Urano, uma grande espuma foi formada no mar, de onde nascia Vênus, ou Afrodite, a mais bela de todas as deusas.
É este momento sublime, o nascimento da deusa do amor, que nos retrata a bela obra de Botticelli. Ao nascer no meio do mar, Vênus é amparada por uma grande concha de madrepérolas. Uma Vênus nua, de cabelos longos e dourados, é apresentada no centro da obra, com todo o seu esplendor. Delicadamente, com uma das mãos cobre um dos seios, e com a outra mão, conduz a longa cabeleira dourada a esconder-lhe o sexo divino. Vênus aparece nua e a insinuar a nudez, sutilmente coberta, pronta para ser revelada.


seta VERMELHA Zéfiro (vento do oeste) surge à esquerda de Vênus, abraçado à sua eterna companheira, a ninfa das flores, Clóris. Cabe ao vento do oeste soprar a bela deusa para a ilha de Chipre. Clóris sopra sobre a deusa singela belas violetas.


seta ROXA Á esquerda, já na ilha de Chipre, está uma das Horas (grupo de deusas das estações e dos anos),representando a castidade, pronta a cobrir a nudez/sexualidade da deusa. Seu vestido, assim como o manto que carrega – ambos cobertos de flores –, podem ser ainda uma alusão à primavera, estação onde os poderes sensuais de Vênus estão no auge.


seta ROSA A concha- Vênus nasce de uma enorme concha, cujo simbolismo pode evocar as qualidades fecundantes, criadoras da água. Na antiguidade clássica a concha é ainda identificada, por sua forma e profundidade, como uma metáfora para a vagina.

seta VERDE As violetas, usada nos antigos filtros de amor, simboliza a fidelidade, a modéstia e um amor constante.

Analise Gestalt : A proximidade dos personagens faz com que constituem uma unidade, fazendo-os principais da obra. Essa tendência fez com que o pedaço da ilha e o mar fiquem fora de foco, levando a atenção somente as unidades que são os personagens.
Todos os personagens estão similares, visando a importância do equilíbrio da imagem de acordo com a perspectiva.
A cor do cabelo das três deusas, dourado, estabelece agrupamento das partes semelhantes dos personagens.
Uma apologia da beleza que a figura de Vênus encarna. É a beleza que toma forma na água informe, fluxo contínuo, gerador de todas as coisas. "O Nascimento de Vênus" é uma alegoria, pela qual a mensagem divina desta beleza tão festejada chega ao mundo, através da síntese amorosa promovida pela já mencionada união dos contrários. Vênus é o poder que imprime a ordem transcendente nas coisas visíveis.
É importante ressaltar que a beleza, dentro da concepção renascentista, estava intimamente identificada com a bondade, sendo uma expressão e tradução da outra.

Um comentário:

  1. Muito boa a observação!
    Sem falar que é uma bela obra de arte.

    ResponderExcluir

Link

Related Posts with Thumbnails